+ 55 41 3075-1502
contato@rcagovernanca.com.br

Conselho de Administração: como ele pode ajudar a empresa

O Conselho de Administração é obrigatório para sociedades anônimas. Quando a ideia de implementá-lo surge em outras empresas, geralmente, há duas possibilidades de reações. Por um lado, há quem está aberto a novidades e aceita imediatamente a proposta. Por outro, existem as pessoas que temem que a entrada de novas pessoas no nível administrativo, a formação de um conselho, irá tirar a essência do negócio.

Neste segundo grupo é onde costumam estar as empresas familiares que ainda não mergulharam no universo da Governança Corporativa. Para quem comanda os negócios da família é natural e compreensível que exista um certo receio em implementar um Conselho. 

Por isso, é importante saber que o Conselho de Administração não vai modificar o coração da empresa. Na verdade ocorre justamente o contrário. O Conselho vem para garantir que os valores morais e princípios éticos da empresa sejam respeitados por todos.

Qual é o papel do Conselho de Administração?

Resumidamente, o papel é definir as diretrizes estratégicas do negócio. Essas definições não são arbitrárias, elas devem atender os principais interesses da organização. Apesar de não interferir diretamente em questões operacionais, o Conselho de Administração ajuda a instituir um código de conduta e a implementar um planejamento estratégico.

Todas essas diretrizes são validadas junto aos diretores da empresa. O Conselho reúne profissionais especializados que darão o melhor de seus conhecimentos para que sua empresa se mantenha no mercado de forma saudável ou, se este for o objetivo, cresça ainda mais.

A composição de um Conselho de Administração

Cada empresa possui suas particularidades, então a composição de um Conselho de Administração é variável. De maneira geral, o recomendado é um mínimo de 5 e um máximo de 11 membros, sempre em números ímpares. 

Cada conselheiro deve permanecer no cargo por, no máximo, dois anos. Essa rotatividade é importante para garantir que o Conselho esteja sempre com profissionais atualizados e dedicados aos seus cargos.

O Conselho de Administração precisa ser composto por membros com olhar estratégico, mas que também não tenham medo de transformações e inovações. Por isso, na hora de escolher os profissionais que irão compô-lo, procure aqueles com experiências e qualificações diversas. Profissionais de várias áreas poderão gerar discussões relevantes e que contribuirão para um crescimento controlado e seguro.

Por fim, lembre-se que os valores e princípios da sua empresa são os mais importantes. Escolha pessoas que se alinham com o pensamento moral da corporação. É muito importante que o Conselho de Administração venha para zelar por esses ideais.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Fechar Menu